Portal da Cidade Mogi Guaçu

TRAGÉDIA

Bebê com menos de um mês morre engasgada com o leite

Caso aconteceu no Jardim Araucária, zona Leste de Mogi Guaçu; criança chegou a ser socorrida

Postado em 12/01/2021 às 19:55 |

Uma tragédia se abateu sobre Mogi Guaçu na tarde desta terça-feira (11). Uma menina, de apenas 25 dias de vida, identificada como Kemilly Talyssa, morreu engasgada após a amamentação. O caso aconteceu no Jardim Araucária, na Zona Leste da cidade.

Segundo os policiais militares da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas), cabo Moreira e soldados Lúcio e Kleber. por volta das 17h00 eles foram acionados para socorrer uma vítima de engasgamento naquele bairro. Ao chegarem ao local, os PMs encontraram a mãe da criança desesperada.  

Kemilly parecia que não estar mais respirando. Imediatamente, os policiais militares deram início à chamada manobra de Heimlich, que consiste em virar a criança de barriga para baixo e dar tapas nas costas do bebê.  

Esse procedimento foi realizado por alguns minutos, até a chegada dos socorristas Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que continuaram as tentativas de ressuscitação da criança. A bebê foi levada às pressas para a Santa Casa.  

No hospital, a menininha, que já chegou em parada cardiorrespiratória, foi atendida pela equipe do Pronto Socorro. Tudo o que poderia ser feito para salvar a criança foi tentado pela enfermeira Sílvia e pela médica plantonista Ana Carolina, ambas do Samu. E mesmo com o esforço sobrenatural dos PMs da Rocam e profissionais do hospital, Kemilly acabou não resistindo e veio a óbito.  

O caso foi registrado pelos mesmos policiais militares do GAM que socorreram a menina, junto à CPJ (Central de Polícia Judiciária). Na semana passada em Mogi Mirim, duas crianças, uma de três meses de idade e outra de dois anos e meio, também vítimas de engasgamento, foram salvas por policiais militares. A manobra de Heimlich também foi usada em ambos os casos.  


Fonte:

Deixe seu comentário